Skip to content

3 tipos de renda passiva para gannhar dinheiro enquanto dorme

renda passiva

O assunto que vamos abordar hoje no blog é muito querido por mim. E sabe o porquê? É que eu simplesmente adoro isso de ter “renda passiva”, adoro também tê-las trabalhando para mim. A felicidade de ganhar dinheiro em qualquer momento – até mesmo enquanto durmo – é inexplicável. É sobre isso que se trata o que chamamos de renda passiva.

Há alguns anos, escutei muito o Bob Proctor batendo nesta tecla. Ele dizia – e diz – em seus cursos, vídeos e artigos: tenham múltiplas fonte de renda passiva! E eu pensava: o que esse cara quer dizer? Ele estava falando de trabalhar em projetos que vão render $$$ pelo resto da vida, se você quiser.

Então, fui atrás disso. Hoje eu tenho o que ele chama de múltplas fontes de renda passiva. E sabe de uma coisa? É maravilhoso. Se você ainda não sabe o que é e quais utilizar, continua lendo esse texto porque eu vou mostrar pra você, afinal, coisa boa a gente divulga, né?

O que é renda passiva?

Vamos começar pelo início e já esclarecendo uma coisa: apesar do termo “passiva”, esses tipos de renda não têm nada a ver com “ganhar dinheiro fácil e rápido”, tipo aqueles anúncios milagrosos que só querem enganar o povo.

Sim, a renda é passiva porque você vai, de fato, ganhar dinheiro enquanto dorme, enquanto brinca com seu cachorro, enquanto come aquele churrasco delicioso em um domingo com os amigos.

O que eu quero dizer é que as coisas não são tão simples quanto parecem. É possível e real, mas não é molezinha como muita gente pensa. É preciso planejamento e sistemas para gerar dinheiro sem fazer nada. Essencialmente, a renda passiva envolve ganhar dinheiro com algo após o investimento inicial de tempo ou dinheiro. 

Nem sempre a renda foi passiva

O que eu quero dizer com isso? Por exemplo: se eu ganho 80 ou 100 reais enquanto escrevo este artigo, neste momento não fiz nada para ganhar, certo? Mas, lá atrás, em algum momento, fiz investimento de tempo – e dinheiro – para que isso fosse possível. Ficou fácil entender agora, certo?

Outro exemplo: se você comprar ações, você pode ganhar (ou perder) dinheiro depois que você fizer a compra (investimento de dinheiro). Ou, se você escrever uma música de sucesso, poderá continuar a ganhar dinheiro cada vez que a música for tocada.

Apesar desses dois exemplos não serem parte da minha realidade – não invisto (ainda) em ações e nem sou compositora de música, ganho reais e dólares nos momentos mais inusitados da minha vida.

Então, antes de apresentar a você tipos de renda passiva para investir, vou reforçar que ela é passiva hoje, mas um dia você trabalhou duro nela, investiu tempo e dinheiro até que estivesse apta a ser “passiva”. Ou seja, até que estivesse apta a ser mantida com o mínimo de esforço.

Agora sim, se você está interessado em criar um negócio que funcione desta forma, aqui estão algumas sugestões interessantes e completamente possíveis. Te vejo no final do texto?

1. Renda Passiva com Blog

Dentre as opções que vou mostrar, o blog pode ser uma das mais trabalhosas, além de demandar um pouco mais de tempo para ter resultados. Mas, é uma ferramente de muitas possibilidades para renda passiva. Apesar disso, é um projeto que pode ser criado e gerenciado se você dispõe de apenas meio período ou algumas horas por dia.

Como ferramenta para ter renda passiva, este tipo de blog oferece informações procuradas e atraentes e o “x da questão” aqui pe que ele tenha um certo tráfego – em alguns casos muito tráfego, em outros, nem tanto.

Se você vai utilizar um blog como renda passiva – eu utilizo e é um dos melhores projetos – saiba que existe uma variedade de opções de monetização, incluindo:

  • Marketing de afiliados;
  • Feeds de anúncios contextuais, como Google AdSense;
  • Venda de espaço publicitário – direto;
  • Venda de produtos digitais feitos por você; e
  • Patrocínios.

O truque para o sucesso no blog, além de conteúdo de qualidade entregue com certa regularidade, é o marketing para aumentar o número de leitores. Para os esforços mais passivos, você pode usar o SEO para que os mecanismos de pesquisa ajudem a entregar tráfego para você. 

Em outras palavras, você deve empregar as técnicas de SEO para atrair tráfego por meio do Google de forma orgânica, ou seja, sem pagar nada.

Como o blog funciona como renda passiva

Vou citar um exemplo simples. Você decide que vai criar um blog do nicho “Pet”. Na verdade, você sabe que quanto mais específico o nicho, melhor. Então, você cria um blog sobre cachorros.

Você alimenta o blog com conteúdo de qualidade e de forma regular para que ele obtenha um certo tráfego. Até que isso aconteça é quando você trabalha mais duro. Digo isso porque quando não se tem tráfego, nada feito. É preciso mesmo determinação, paciência e “trabalho”.

A ideia é ganhar com Anúncios do Google Adsense e Marketing de Afiliados. Você vai criar conteúdo relevante para seu público e distribuir – da forma correta – os anúncios pelo blog a fim de que recebam cliques para gerar a tal renda passiva em dólar.

Mas, você não quer depender só do Google, afinal, muitas pessoas falam que Adsense não é mais um bom negócio – embora eu acredite que não é bem assim. O que você faz porque é esperto? Se inscreve no Amazon Associados para promover os produtos deles.

Se quiser saber mais sobre o programa de afiliados da Amazon, fiz um texto. Olha ele aqui: “Como ganhar dinheiro com o Programa de Associados da Amazon“.

À propósito, Adsense e Amazon Associados são opções de renda passiva que eu utilizo. Neste blog hipotético sobre cachorros, você ganha quando seu leitor clica em um anúncio e também quando alguém, por sua indicação, compra um produto na Amazon. Aqui eu citei apenas duas possibilidades de ganhar em um blog.

Você pode promover produtos afiliados diversos (claro, sem exagero) e ainda pode vender espaço publicitário, além de outros meios de gerar renda com essa ferramenta. E, dando tudo certo com o primeiro blog, por que não fazer o segundo? E o terceiro? As possibilidades são infinitas!

Como você pode notar, a vantagem do blog como renda passiva é que ele pode concentrar vários fluxos de receitas diferentes. Então, se você quer uma renda passiva assim e não tem preguiça de trabalhar nele, vai fundo!

2. Renda Passiva com Produtos Digitais

Tem conhecimento para compartilhar? Você pode ganhar dinheiro vendendo ele. Criar e-books, cursos online e outros conteúdos digitais é uma das melhores maneiras de ganhar dinheiro enquanto você dorme. Embora sua criação seja demorada – é aqui que fica o tal trabalho duro que falo -, uma vez que você os fez e configurou o sistema para vendê-los (por exemplo, site, Hotmart, Eduzz ou Amazon), tudo o que resta é marketing.

O sistema faz tudo automaticamente. Ele recebe o pedido, processa o pagamento e entrega o produto digital. Você pode até criar um programa de afiliados, para que possa ter uma equipe de pessoas vendendo para você, duplicando seus esforços e aumentando seu alcance de marketing exponencialmente. 

Mas, como todas as opções de renda online, o sucesso na fabricação de produtos de informação só vem com um produto que as pessoas desejam ou precisam e com o marketing para obter vendas. O que eu quero dizer é que não adianta “criar qualquer coisa”. Foca na qualidade, trabalha no marketing que o resultado vem.

3. Renda Passiva com Royalties de Autopublicação

Os royalties estão mais associados a livros e música e são essencialmente porcentagens das vendas obtidas. Por exemplo, se você escrever um livro, uma editora pode se oferecer para publicá-lo e pagar royalties (uma porcentagem da venda) para cada livro vendido. 

Existe o royalties ganhos com livros publicados por editoras, mas, como estamos falando de royalties de autopublicação, o assunto aqui é outro.

Na autopublicação, você é o editor e as taxas de royalties para a autopublicação de um e-book em uma loja como a Amazon tendem a ser maiores (30% a 70%) e são pagas mensalmente. 

Não há adiantamento e você precisará gastar dinheiro com edição e outros serviços de preparação de livros, mas, a longo prazo, poderá descobrir que vai ganhar mais.

Essa é uma opção interessante se você gosta de escrever ficção ou não ficção. Atualmente, muitos blogueiros têm reunidos seus conhecimentos – assim como profissionais dos mais variados nichos – e feito ebooks para vender na internet.

E por que a autopublicação é uma renda passiva? Porque você escrever seu material uma vez, edita, revisa, gasta com o que for necessário para tê-lo à venda. Depois disso, ele fica lá rendendo royalties pra você.

Quanto você vai ganhar? Não tem como saber, pois isso vai depender de muitos fatores. Mas é uma opção e, acredite, apesar do preconceito que algumas pessoas ainda têm com autopublicação, tem muita gente ganhando $$$ com ela. Considera essa opção. Eu já estou pegando minha fatia do bolo.

Enfim, finalizo minhas três dicas de renda passiva, como prometi no início do artigo. Espero que as dicas tenham sido úteis e peço a gentileza de compartilhar caso as considere boas e úteis para outras pessoas também.

E, antes de ir embora, que tal ler mais um artigo? Apresento essas opções:

0Shares